top of page

'O Castelo de Vidro', de Jeannette Walls


Este é um dos livros que mais me marcaram. São poucos... Espero que goste!


Sinopse: O Castelo de Vidro, é um relato de superação e amor. Neste livro de memórias, a famosa jornalista norte-americana Jeannette Walls mostra como conseguiu lidar, até a adolescência, com a excentricidade, a negligência e a falta de dinheiro dos pais. Durante 20 anos, sempre que alguém perguntava pela sua família, Jeannette Walls mudava de assunto. Nunca contava detalhes do seu passado. Neste livro ela revela todos os segredos sobre suas origens. Mas, ao contrário do que se pode imaginar, esta não é uma história triste. Sem qualquer resquício de autopiedade, Jeannette Walls descreve suas aventuras de forma divertida, e seus pais, com profundo carinho e admiração.


Opinião: Ter coragem de encarar sua verdade e ainda dividi-la com milhões de pessoas é admirável.

Se espelhar em cada página é doloroso, porém edificante...

A vida imita a arte ou a arte imita a vida?

Memórias de uma família que aprendeu a criar finais felizes, da escritora Jeannette Walls, publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira dançavam em minha mente.

Quando as outras garotas entravam e jogavam fora os sacos com os restos do almoço, eu ia catar na lata de lixo.

Não existe nada de típico e comum na família Walls. Aos olhos dos vizinhos e da sociedade Rose Mary e Rex Walls eram loucos, aos olhos de seus pequenos, eram deuses criativos e errantes. Viver com poucos recursos, conviver com o álcool e com a fome não é fácil, principalmente quando os pequenos crescem e começam a entender um pouco melhor a vida. A trajetória de Jeannette e sua família é realmente digna de um romance, porém se assim apenas fosse, não seria tão cativante e emocionante.

(...) Mas eu nunca poderia me sentir bem naquela sala com mamãe e papai amontoados sobre a grade de ventilação de um bueiro, em um canto qualquer.(...)
Tentara ajudá-lo inúmeras vezes, mas papai insistia em que eles não precisavam de nada, e mamãe pedia coisas imbecis, como um vidro de perfume ou o pagamento de uma academia de ginástica. Eles diziam que estavam vivendo exatamente como queriam.

É preciso ter estômago forte, cabeça firme e lenços de papel para ler esse livro. Mesmo assim ele é maravilhoso!!

Super indico!


Sobre a autora: Jeannette Walls nasceu em 21 de abril de 1960 em Phoenix, Arizona. Sua família morou em vários locais dos Estados Unidos, como Nevada, Califórnia, West Virginia, e chegou até mesmo a viver nas ruas. A experiência atípica da família nômade de Walls forneceria o substrato para seu premiado volume de memórias, O castelo de vidro, que se manteve por 100 semanas na lista dos mais vendidos do New York Times. O livro foi sucesso de crítica e recebeu prêmios como o Christopher Award e o Books for Better Living Award. As memórias de Walls atingiram a marca de 2,7 milhões de exemplares vendidos, sendo traduzidas para 22 idiomas. Os direitos do livro foram comprados pela a Paramount, que fez a adaptação cinematográfica.

Antes de enveredar pela literatura, Jeanette Walls exerceu o jornalismo, tendo trabalhado como repórter, colunista e articulista em diversas publicações como a revista Esquire e o jornal USA Today. Atualmente em seu segundo casamento, Walls vive em Culpeper, Virginia, com seu marido, o jornalista John J. Taylor.






33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page